Saint Seiya forum


    Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Compartilhe
    avatar
    -Mu de Áries-
    Administrador
    Administrador

    Nenhuma advertência.
    Mensagens : 1306
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por -Mu de Áries- em Sex Set 17, 2010 8:19 pm

    Hyoga de Cisne (Galahad Celso Portiolli)
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    X

    Mu de Áries (Luck)
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    Enredo: A decidir

    Prazo de postagem: 05 Dias.

    Prazo máximo de duração: 30 Dias.



    avatar
    -Mu de Áries-
    Administrador
    Administrador

    Nenhuma advertência.
    Mensagens : 1306
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por -Mu de Áries- em Sab Set 18, 2010 5:18 pm



    Na tonalidade nas quais as estrelas brilhavam, havia um quê de tristeza. Lá em cima, ao longe, na eternidade do universo, a vida dos astros parecia levemente desvanecer, deixando, no firmamento, a dura impressão de que o céu, a qualquer momento, desmoronaria. A escuridão quase cruel e insensível que se alastrava sobre a vida dos homens da Terra trazia consigo a marca indelével de um mau-agouro.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    “O brilho das estrelas está levemente se perdendo na triste imensidão de um negror que se espalha sobre a Terra...”

    A alma cristalina era refletida pelo olhar quase pueril que sondava o céu atrás de respostas. Era o tempo de se cumprir a profecia. A hora para a qual fora preparado desde jovem lentamente se apresentava. A Guerra Santa travada em períodos exatos estipulados pelo movimento da vida celeste havia começado nos escuros bastidores do reino de Hades. E embora ele não soubesse sobre a exata movimentação das tropas do submundo, não só ele, mas todos os outros cavaleiros tinham a exata ciência de que a hora de suas vidas havia chegado.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Está na hora de eu ir, Aldebaran. Athena deu ordens para que não permitisse que os cavaleiros de Bronze viessem até este Santuário. Eles já realizaram muitas obrigações que eram nossas. Está na hora de tomarmos partido e deixarmos que eles tenham uma esperança de sobreviverem a esta guerra...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Mu...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Aldebaran... é possível que não nos vejamos mais...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Sim. O nosso tempo finalmente chegou. Mu, você sempre foi o mais sensível de nós doze... mesmo Aiolos não possuía tanta paz no coração. Aconteça o que acontecer, estaremos sempre juntos, como sempre estivemos... lembre-se do que o Grande Mestre¹ dizia: Os laços de amizade que movem os humanos podem vencer mesmo o poder do deuses.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Fico feliz que tenha as palavras dele no coração. Ele ficaria feliz de saber que não apenas eu continuei seu legado. Nós, do povo da Lemúria, seremos eternamente gratos à sua ajuda², Aldebaran, por tudo o que fez por nós, últimos remanescentes de nosso povo. Caso aconteça alguma coisa comigo, tenho um último pedido a te fazer: Cuide de Kiki, e faça com que ele se torne o próximo protetor de Athena sob a proteção da constelação de Áries...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Seria impossível fazer diferente depois de tudo o que aconteceu ao Grande Mestre e ao seu povo. Pode deixar, Mu, farei como você me pede. Da terra de onde eu vim, o Brasil³, as pessoas sempre tiveram a força de jamais desistir. Sempre fomos um povo pobre lutando contra a opressão das camadas mais fortes da sociedade, mas jamais desistimos... nunca desista, Mu. Eu sei que talvez você não tenha a determinação de Aiolia e que você já sofreu muito nesta vida, mas jamais se entregue. O nosso tempo chegou, mas não quer dizer que tenhamos que morrer. Você sempre foi, a meu ver, o jovem mais habilidoso de nossa geração, e o mais amável. Não há um ser humano neste santuário que não tenha aprendido a te admirar, meu amigo. Não os decepcione, nem a mim, nem a Athena...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Obrigado, Aldebaran. Fico feliz de ter nascido na mesma época que você. Adeus...

    Afastava-se dali com a certeza de que havia passado pela vida da forma correta. As palavras de Aldebaran lhe haviam tocado o coração, e isto o fez, novamente, vislumbrar a esperança. Aquele touro vigoroso e robusto, quase bestial devido ao tamanho colossal de seu corpo, sempre fora o seu melhor amigo naquele santuário, desde que ambos, jovens, haviam chegado até lá para serem aspirantes às armaduras do Zodíaco de ouro. E não demorou até que se tornassem grandes camaradas, experimentando e compartilhando as durezas da realidade deles, guerreiros que jogavam a normalidade da vida cotidiana para trás e galgavam o caminho seco, duro e solitário dos santos de Athena. Agora, já havia se afastado da casa de Áries, e o caminho começava a ficar mais pétreo, composto basicamente por ruínas e pó. Foi quando sentiu o brilho tênue de um cosmo brotar no horizonte...





    Off topic: ¹ - Referência ao grande Mestre Shion, e não à farsa de Saga. Shion foi o grande mestre dos cavaleiros quando Aldebaran e Mu eram ainda bastante jovens.

    ² - Massacre ao povo Lemuriano, que foi considerado traidor e foi perseguido. Aldebaran, ao contrário, sempre ficou ao lado de Mu.

    ³- Aldebaran, para quem não sabe, é brasileiro.
    ]


    Galahad, comecei o jogo eu mesmo porque tu é muito mole.



    Convidad
    Convidado

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por Convidad em Dom Set 19, 2010 12:22 am

    Na calada da
    noite das terras gélidas, localizadas na Sibéria, o
    vento congelante era o maior barulho a ser ouvido
    pelos que la andavam, um local onde não tinha vida,
    alegria, onde apenas aqueles poucos fadados a viver
    ali carregavam o fardo. Hyoga, o cisne um dos
    cavaleiros protetores da deusa Athena, era de lá.
    Estava andando com passos silenciosos, observando acima
    as poucas estrelas que as nuvens o permitia ver, tinha
    cabelos áureos como o raio solar que raramente o
    visitava, olhos azuis como as aguas cristalinas do
    outro lado do mundo, carregava uma urna nas costas com
    duas alças, porém não a segurava com as mãos, vestindo
    um leve casaco bege e uma calça preta, e portava
    um belo arranjo de flores, onde a chegar a um
    determinado
    local, onde o chão fazia um reflexo belo
    daquele ambiente, o mesmo abaixava-se, colocando o que
    trazia,
    com seus olhos semi-cerrados em um tom fúnebre de
    pensamento tomando conta de seu rosto.





    – Mãe, me tornei o homem que a senhora
    sempre desejou que eu fosse, com senso de justiça e
    integro, após Kamus ter afundado este navio, eu
    prometi que jamais desceria aqui novamente, mas vou
    vir aqui as vezes visitá-la. Espero que a sua alma
    descanse em paz, mãe...



    Após levantar-se e com um olhar mais
    frio que tinha em dias anteriores, o guerreiro de
    bronze sentia como um raio que nasce no oriente e se
    põe no ocidente a poderosa força de uma cosmo
    energia, aliás várias vinda do santuário, um aperto
    dominava por completo seu coração como se fosse
    esmagado por um rolo compressor, seu semblante era de
    total incredulidade naquilo que provavelmente havia
    acontecido e ainda como um sinal de azar, o brilho de
    uma estrela cadente arrogante querendo tirar a atenção
    dos céus apenas para ela como se fosse um código,
    apareceu dentre as constelações na direção da Grécia.
    Pressentindo que coisas ruins poderiam acontecer, o
    mesmo corre tão rápido que seus pés a olho nu pareciam
    não tocar a superfície




    – Impossivel, esse cosmo é do... Como?
    Ele está morto, só pode ser alguém semelhante... Não,
    é inconfundível, só poder ser ele, mas por que está
    queimando dessa forma hostil e maléfica? E essa
    estrela cadente, aqui na Sibéria é sinal de azar, mas
    esses dois fatores vindo da direção do Santuário...
    Preciso chegar rápido lá. Além disso, tem mais algumas
    presenças tão poderosas quanto e tenho certeza que
    conheço essas pessoas. Athena pode estar em perigo,
    Seiya e os outros se estiverem sentindo o mesmo que eu
    já devem estar chegando lá.



    [ 1 HORA DEPOIS ]


    O mesmo havia chegado as portas da
    morada da filha de Zeus, com o fuso horário, o
    crepúsculo havia se esvaído apenas a poucos minutos.
    Já caminhando de forma mais tranqüila, olhando de
    longe o local, um breve resquício de pensamento sobre
    a batalha contra os cavaleiros de ouro o distraia
    durante poucos, segundos, mas agora não era hora pra
    falar de passado, pois o presente aparentemente estava
    mostrando surpresas ingratas para comprometer o
    futuro. A beira da entrada do local sagrado em cima
    de um pequeno
    morro , o mesmo já desprovido do agasalho, da um salto
    para baixo, onde começa a dirigir-se ao
    local onde surpreendentemente avista
    Mu. Mas o que faria ele longe de sua morada? logo
    todas as perguntas receberão suas devidas respostas,
    poucos minutos após isso o cisne chega bem proximo de
    seu colega de profissão, e com uma expressão um pouco
    seria em seu semblante, ele diz.






    - Mu, como vai? É bom vê-lo
    aqui, isso me deixa menos preocupado, é que senti
    varias presenças conhecidas, é como se tivessem sido
    acordadas de seu sono e uma delas era... Eu sei que
    vai parecer loucura minha, mas acho que era do...do




    Quando ele ia pronunciar um nome, a
    brisa vespertina parecia ter aumentado, juntamente com
    uma essência perfumada que era trazida e logo após
    isso um pequeno vento arrepiante aos poros de quem
    vivia acostumado aquele clima quente, tomavam conta do
    local, aparentemente um holocausto estava por vir.
    Dois seres cobertos totalmente por mantos negros e
    olhares brilhando, aproximavam-se deles, cortando
    totalmente a fala do cavaleiro de cisne. Um deles, de
    uma forma bem peculiar e demonstrando certa intimidade
    em relação ao mesmo, pronunciava em um tom imperativo




    – Hyoga, pelo visto você não mudou
    nada não é? Bom, pouco me importa, já fiz a minha
    parte, agora saia do meu caminho, pois precisamos ver
    Athena e entregá-la a Hades-Sama, isso serve para você
    também, Mu.


    _______________________________________________________________________

    O Luck viadinho... Celso Portiolli é o %$#@
    Os dois cavaleiros presentes são Kamus e Afrodite, creio que lendo irá notar!


    avatar
    -Mu de Áries-
    Administrador
    Administrador

    Nenhuma advertência.
    Mensagens : 1306
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por -Mu de Áries- em Dom Set 19, 2010 3:02 pm


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Hyoga…

    As ingênuas palavras de Hyoga, que não nutria qualquer idéia do que começava a acontecer no Mundo, trouxeram a Mu um sentimento de piedade. Aquela criança talvez não estivesse preparada para aquela última batalha, verdadeiramente. Embora fosse um dos cinco jovens que haviam tantas vezes salvado a Terra nos últimos tempos, talvez, na concepção de Mu, aquele último ato da existência dos cavaleiros daquela geração não devesse ser verdadeiramente vivenciado por eles – a vontade de Athena deveria prevalecer. Isto lhe trazia memórias não tão distantes, como da vez em que ensinara a eles sobre o sétimo sentido e a manipulação do cosmos. Muito embora confiasse na capacidade dos cinco, a vontade de Athena era a de preservá-los da Santa Guerra que se aproximava. Se alguém deveria morrer no campo de batalha era ele, e não Hyoga.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Você não deveria estar aqui. A Deusa Athena me deu ordens bem claras: vocês , cavaleiros de bronze, estão dispensados de sua função. Athena não conta mais com seus serviços. Vá embora, Hyoga. Você nada mais tem a ver com este lugar.

    Aquelas palavras, também, lhe doíam, era bem verdade. Havia criado fortes laços de amizade com aqueles jovens tão valentes que, mais de uma vez, haviam provado seu valor. No entanto, com o estopim daquela Nova Guerra, era o momento de descansarem. A batalha que se aproximava era um combate sem esperanças – a História havia provado isso. Um cavaleiro de bronze não possuiria a mínima chance de sobreviver ao caos que nasceria das profundezas abissais do mundo. As bestas do Armageddon já haviam iniciado sua movimentação para o combate final. A esperança, cada vez mais, se tornava uma concepção distante...

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Estas são ordens de...Athena.
    No entanto, havia ali, ainda, a presença de duas criaturas encapuzadas. Foi então que se voltou a eles, sentindo um peculiar aroma envolvente, que se insinuava pela atmosfera, trazendo até as suas narinas aquele delicioso perfume, e pôde constatar também uma lufada glacial que emanava do espírito do acompanhante soturno. Por um momento, sentiu uma ponta de receio brotar em seu coração, mas não podia precisar o que era.
    - Quanto a vocês, forasteiros, eu advirto que não dêem mais um passo sequer até que revelem sua identidade.





    Off topic: Bem, mesmo com as evidências, não tem como o Mu saber quem são os dois encapuzados. Mesmo que sinta os cosmos, é impossível sequer cogitar, já que os dois estão mortos. Acho que seria muito meta-jogo da minha parte simplesmente estipular que um pudesse chegar a uma conclusão exata sobre isso. Ele apenas sentiu cosmos familiares, mas isto não quer dizer absolutamente nada, visto que muitas essências podem ser similares, embora diferentes. Bem, é isso.




    Convidad
    Convidado

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por Convidad em Qui Set 23, 2010 7:51 pm

    O Cavaleiro de cisne ficava perplexo com as palavras proferidas por
    Mu, a ponto de esbugalhar seus olhos sumindo por completo com seu brilho,
    inclinando-se um pouco para tras em tom de total melâncolia. Depois de tudo, renegar a imagem existente em seu coração de sua amada mãe, aprender com seu mestre Kamyu valores de um correto e digno cavaleiro, tantas lutas haviam se passado. Cada cicatriz em seu corpo doia como se o golpe fosse rescente, afinal elas agora nao passavam de simples lembranças de um cavaleiro. Apesar de não ser impulsivo como Seiya, o Siberiano de cabelos aureos fechava seus punhos, pois não aceitava o que ouvia. Até que no meio disso tudo, os misteriosos homens que ali estavam, tinham proferido palavras ao mesmo, que estava se sentindo no meio de um fogo cruzado onde não lhe restava defesa, porém o fato de sua deusa tê-lo renegado ocupava um pouco mais de sua atenção naquele momento, e o mesmo ficava de perfil entre ambos, semi-cerrava seus olhos, mostrando que o pequeno momento de furia havia passado, como uma brisa leve ao fim do crepusculo.



    - Sua presença é muito familiar, por um pequeno instante conversando aqui com Mu pensei que fosse alguém por quem tenho imensa admiração, mas essa pessoa não teria um cosmo hostil e sujo como esse seu! Portanto eu não lhe dou o direito de falar comigo assim...

    Abrindo seus olhos e olhando para Mu ainda sentindo-se muito mal com tudo, porém tentava afastar aquele semblante de panico, impulsão e desgosto que lhe tomavam por uns segundos e queriam voltar com força, como um vendaval que vinha atras da chuva, fechava seu semblante levemente e aumentava seu tom de voz gradativamente

    - Mu... essa pessoa não é quem eu pensava, na certa são nossos novos inimigos! Mu não tenho a menor idéia do que está acontecendo, poderia me explicar? Não acredito que Athena por quem tenho lutado todos esses anos dispense dessa forma, mas não importa! Eu sou um cavaleiro de Athena e mesmo que ela me dispense não deixarei de lutar por ela! Não importa quem seja o nosso inimigo.

    Quanto a vocês, ja ouviram Mu... E você que emanava aquele cosmo familiar que me fez vir correndo para o santuario... Eu te conheço de onde?



    Ora Hyoga, claro que conheço você e a Mu também... Mu não vamos nos mover aqui até que elimine esse rebelde, só não demore, não temos tempo... após isso lutaremos até a morte
    avatar
    -Mu de Áries-
    Administrador
    Administrador

    Nenhuma advertência.
    Mensagens : 1306
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por -Mu de Áries- em Dom Set 26, 2010 2:29 pm


    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Hyoga, eu fui bem claro: estas são ordens de Athena. Por acaso pretende desrespeitar as ordens de nossa deusa? Portanto, Hyoga, novamente eu peço para que se retire. Você não tem nenhum direito de estar aqui.

    Apesar da voz suave e do tom brando de sua voz, aquela ordem de comando era firme e resoluta. Apesar da educação e da cordialidade, a forma batida e seca com a qual falava deixavam claramente transparecer o tom não apenas sugestivo, mas imperativo de sua afirmação. E mesmo que a empatia que nutria pelo jovem Hyoga fosse demasiada, as ordens da deusa da justiça haviam sido bem claras. Em nenhum momento, no entanto, olhava para Hyoga. Sua atenção continuava pousada sobre os misteriosos seres encapuzados como uma pluma. Por algum motivo, eles o conheciam, e sabiam também quem era Hyoga. Uma ponta de dúvida lhe fez sentir um calafrio na espinha, como um mau presságio, e então, ao ouvir a palavra “morte”, seu espírito teve um sobressalto e a centelha vital de seu cosmo começou a brilhar no fundo de sua alma.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Quanto a vocês, não tenho nenhum motivo ou vontade para eliminar Hyoga. Mas se você deseja que eu assim o faça, então perde seu tempo, porque de mim, nenhuma violência nasce por espontânea vontade. Eu sou um guerreiro do bem...

    Era uma alma tão leve que poderia subir até o infinito, se assim o desejasse. Em seu coração, não havia qualquer impureza, e mesmo os sentimentos mais baixos e sórdidos cultivados pelo ser humano eram apenas uma existência ilusório sob sua ótica perfeitamente pautada em laços de paz. Era um pacifista nato, o tipo de alma inviolável e incorruptível criada sob a tutela do amor e da paz, e fora isto o que ele sempre cultivara no coração, mesmo no momento em que, considerado Rebelde, fugira do santuário por conta da traição do cavaleiro de Gêmeos. Naquele dia, ele sentira vontade de se voltar contra a realidade e buscar vingança; mas a fluidez inequívoca de seu espírito o impedia. A paz em seu coração não era uma questão de ensinamento; era uma questão de essência.

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

    - Por favor, vão embora também. Vocês não possuem permissão para estar no santuário da deusa Athena. Eu não desejo lutar com vocês, absolutamente. Mas se insistirem em ficar aqui sem se identificarem, em tempos como estes, não terei outra opção que não seja um combate sem sentido.



    Convidad
    Convidado

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por Convidad em Sex Out 01, 2010 7:57 pm

    Hyoga verdadeiramente odiava aquela situação, era algo que nem em seus piores pesadelos ele pensaria que pudesse acontecer, até que, ao ver a discussão de Mu com os outros dois, coloca sua urna no chão e a mesma abri-se naturalmente em um brilho imenso e a armadura de bronze de cisne, vai cobrindo seu corpo, ela não estava em bom estado, com alguns arranhões umas pequenas rachaduras, mas nada que tira-se seu espirito de cavaleiro. Se coloca entre Aries e os provaveis inimigos e então a temperatura começa a cair como se o tempo tivesse mudado, uma aurea azulada contorna o mesmo e começa a aumentar bem levemente, enquanto pequenos cristais gelidos formados dessa energia pairavam no ar. Muito contrariado, ele diz, com um tom amigavel e lucido.


    - Mu, infelizmente não posso atender o que me pede, meu coração me manda ficar aqui e lutar, espero que você e Athena me compreendam, cheguei a um estagio onde não posso voltar atras, é algo mais forte do que eu e além disso, minha vida já está dedicada a isso.

    Quanto a vocês! um de vocês me chamou aqui com o seu cosmo e então você diz que me conhece e tem a ousadia de mandar Mu me matar. Esse tipo de coisa não pode ser tolerado aqui no santuario de Athena, se revelem!



    O Mesmo abre a palma direita de sua mão com os olhos semi-cerrados, e então aqueles cristais gelidos que no ar estavam começam a se juntar, ficando energizados, até se compactarem em uma bola de gelo e cosmo que flutuava razantemente sobre seu punho, então a sua aurea fica ainda mais brilhante fazendo seus cabelos aureos balançarem e o mesmo fecha a palma esmagando a esfera e a fazendo circundar ao redor de seu punho e flecciona levemente suas pernas e recua seu braço inclinando o corpo para frente, para que tivesse impulso e lança aquele pequeno raio congelante feito de gelo, cosmo e vento que fora provocado pela impulsão cosmica na direção de ambos e então diz


    DIAMOND DUST!!!!!!!!!!!!!!!!


    Aquele raio iria em grande velocidade na direção de ambos e um deles ergue seu punho direito, emanando seu cosmo que fazia a vestimenta negra balançar e então, fazendo um pequeno esquife que ficava flutuando na frente de seu punho e tinha o mesmo tamanho e impulgnava totalmente qualquer dano que pudesse causar. Agora quem teria tal poder para construir uma mini-parede gelida tão pequena em tão pouco tempo apenas emanando o pequeno universo existente dentro de si?. O mesmo arranca sua vestimenta e seu companheiro o segue e ambos aparecem com uma armadura fria como o luar e negra como a escuridão sem fim...seus rostos eram vistos e poderiam ser reconhecidos, um deles diz


    - Achou mesmo que o Pó de diamante iria funcionar comigo? Eu já lhe disse que nunca me derrotaria com um golpe de contenção! Como podem ver eu sou Kamus de Aquario e o que está ao meu lado é Afrodite de Peixes, viemos aqui arrancar a cabeça de Athena, agora somos espectros de Hades e estamos seguindo ordens de alguem que nem mesmo Mu ousaria desobedecer... Olhem para onde estou apontando...


    Ele apontava o dedo na direção de um pequeno morro ali perto onde se viam 3 sombras emanando cosmos ostensivos

    Conteúdo patrocinado

    Re: Hyoga de Cisne (Gaylahad) Vs Mu de Áries (Luck)

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Jan 18, 2019 12:44 am